Sábado Setembro 26 , 2020

CANCELAMENTO - Moinhos Abertos 2020

 Cartaz Moinhos Abertos 2020

Car@s amig@s

No passado dia 11 de Março, perante a situação de calamidade pública em que o país se encontrava tomámos a difícil decisão de adiar a iniciativa Moinhos Abertos 2020 para 19 e 20 de Setembro, sujeita a confirmação previsivelmente no final de junho.

Tod@s sabemos o percurso da pandemia em Portugal e no mundo deste então, estando-se chegado ao início de junho com a esperança coletiva de um verão com grande redução  do numero de casos e levantamento generalizado de medidas mais gravosas. Infelizmente, o mês de junho não consolidou a tendência de descida, antes a inverteu e desde então a situação já motivou a criação de diferentes regimes de confinamento e estados de alerta ou calamidade em diferentes zonas do país, com uma preocupante evolução na zona mais populosa do país, a Região de Lisboa e Vale do Tejo, precisamente uma das que mais gente movimenta nos Moinhos Abertos.

Esperámos todo o mês de Julho pela evolução positiva da pandemia e por medidas de desagravamento que nos permitissem manter a programação dos Moinhos Abertos 2020. Infelizmente, elas não chegaram, sendo pelo contrário emitidos avisos e normativas extremamente rigorosas no que respeita a este tipo de eventos.

A este propósito o governo publicou a Resolução do Conselho de Ministros n.º 51-A/2020, de 26 de Junho, que entretanto não se alterou, com um conjunto de medias rigorosas e restritivas em nome do interesse nacional. Compete à  DGS a coordenação do combate à pandemia e a formulação dos respetivos protocolos e normativos e à ASAE a fiscalização e aplicação de penalidades e medidas de policia, de que destacamos, do artº 15 da dita RCM:

  • Podem realizar-se celebrações ou eventos, “desde que não implique uma aglomeração de pessoas em número superior a  20, 10 ou 5, consoante a situação declarada no respetivo local seja de alerta, contingência e calamidade, respetivamente salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar.
  • Devem ser respeitadas as orientações da DGS (em cada local, cujo integral conhecimento e informação será da responsabilidade dos organizadores)
  • Quando não existam orientações da DGS, os organizadores dos eventos devem observar, as regras de  ocupação, permanência e distanciamento físico, as regras de higiene.


(Um conjunto apertado e complexo de regras e meios logísticos difíceis de reunir na maioria dos moinhos, de que destacamos, no que respeita ao distanciamento físico, uma densidade máxima de 0,04 pessoas por m2, ou seja, contas feitas, no máximo 1 pessoa por  cada 25 m2 em simultâneo e garantias de higienização dentro e fora do moinho, sendo que a maioria dos nossos moinhos tradicionais não ultrapassa 10/12 m2)

  • O incumprimento destes imperativos legais acarreta pesadas consequências para os organizadores, de que destacamos:
  • ( art. 2º do DL 28-B/2020; a inobservância  das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público, definidas nas declarações das respetivas situações de alerta (20), contingência (10) ou calamidade (5); coima de (euro) 100,00 a (euro) 500,00 no caso de pessoas singulares, e de (euro) 1000,00 a (euro) 5000,00 no caso de pessoas coletivas  (artigo 3.º  do DL 28-B/2020)
  • A violação da obrigação do confinamento obrigatório, constitui crime de desobediência previsto e punido nos termos do artigo 348.º do Código Penal, com pena de prisão até 1 ano ou pena de multa até 120 dias.


Não pode a organização dos Moinhos Abertos 2020 ignorar estes factos e imperativos legais,  atraindo potencialmente consequências para os organizadores, ativistas, associações e proprietários de moinhos que em cada ano, de forma apaixonada, altruísta, autónoma e empenhada, concretizam uma imensa ação transversal a todo o território e dão vida aos nossos muito queridos moinhos. Muito menos poderemos ignorar o risco efetivo que poderia resultar dessa enorme ação para a saúde pública, bem supremo que todos reconhecemos.

Por toda a europa, iniciativas semelhantes foram canceladas neste verão pelos mesmos motivos por organizações similares à Rede Portuguesa de Moinhos.

Em Portugal os Moinhos Abertos ocorrem em mais de 350 moinhos espalhados pelo país, com atividades diversificadas de dimensão variável entre 10 e 150 pessoas, totalizando mais de 30.000 participantes pelo que, embora as orientações da DGS em matéria de eventos de massas sejam muito genéricas, os Moinhos Abertos terão sempre a dimensão global de um grande evento de massas, embora desconcentrado, mas localmente, com dezenas de moinhos ultrapassando mais de 100 pessoas, o que ocorre cada vez mais. Acresce que a maioria dos moinhos de propriedade municipal, associados a museus municipais, juntas de freguesia, parques de ar livre e zonas de lazer, se encontram ainda inativos sem receber público por determinação, compreensível, das respetivas autarquias.

Deste modo, não resta à organização senão o cancelamento definitivo dos Moinhos Abertos 2020, seguindo, naturalmente o curso tradicional de iniciativa em 2021 (assim o esperamos) com uma celebração reforçada do Dia Nacional dos Moinhos e dos Moinhos Abertos.

Não desistiremos de celebrar os nossos moinhos e de valorizar o património molinológico português enquanto símbolo da nossa identidade coletiva e importante ativo para o desenvolvimento sustentável do nosso país.

Até 2021, com os nossos moinhos em força!


Jorge Miranda

Coordenador Nacional da Iniciativa Moinhos Abertos

 

Dia Nacional dos Moinhos 2020

Hoje é Dia Nacional dos Moinhos e não quisemos deixar de assinalar a data.

Relembramos que a iniciativa foi adiada para 19 e 20 de Setembro de 2020 e contamos com todos para esta celebração.

DIA NACIONAL DOS MOINHOS 2020

 

ADIAMENTO - Moinhos Abertos 2020

 Cartaz Moinhos Abertos 2020

 

Car@s amig@s

Mais uma vez estamos a preparar os Moinhos Abertos e mais uma vez temos um conjunto notável de moinhos aderentes em todo o país, prometendo uma grande participação e êxito neste 14º ANO CONSECUTIVO da iniciativa Moinhos Abertos de Portugal.

Na sequencia das medidas de contingência adotadas pelas autoridades portuguesas, informamos que a iniciativa Moinhos Abertos 2020 será adiada para o fim de semana de 19 e 20 de Setembro próximo.

Desaconselhamos a realização de quaisquer atividades públicas nos próximos dias 4,5 e 7 de abril, as quais, a realizarem-se não deverão utilizar os símbolos e meios de comunicação dos Moinhos Abertos, que se encontra adiada. Disto mesmo será dada nota à comunicação social através de comunicado.

 

Trata-se de uma decisão fortemente ponderada dado o grande envolvimento das comunidades na mobilização dos seus moinhos e moleiros para esta grande iniciativa anual. A organização agradece profundamente o trabalho empenhado de todos os que, uma vez mais, se uniram para preparar um programa de grande qualidade e abrangência. Esperamos que seja possível manter as suas iniciativas locais nas novas datas e reforçar o impacto dos Moinhos Abertos neste ano atípico, no entanto não poderíamos ignorar o facto de anualmente juntarmos mais de 30.000 visitantes em mais de 350 moinhos de diferentes locais.

 

Manda a prudência e a sensatez que todos colaboremos com as autoridades em prol do bem comum para que possamos, juntos, ultrapassar este desafio nacional.

 

Mais informamos todos os organizadores locais que se mantêm válidas as fichas de inscrição já entregues à organização as quais serão objeto de confirmação previsivelmente no final de junho.

 

Até setembro, com os nossos moinhos em força!

 

Jorge Miranda

Coordenador Nacional da Iniciativa Moinhos Aberto

   

Dia Nacional dos Moinhos e Moinhos Abertos 2020

 Cartaz Moinhos Abertos 2020

Car@s amig@s:


Mais uma vez estamos a preparar os Moinhos Abertos!

Mais um ano em que esperamos uma grande participação e repetir o êxito da nossa atividade conjunta e em que  pretendemos reeditar, pelo 14º ANO CONSECUTIVO a iniciativa Moinhos Abertos de Portugal.

Em 2019 conseguimos em conjunto 353 moinhos abertos e mais de 30.000 visitantes.


O que é o “Dia dos Moinhos Abertos”?

O conceito desta atividade é extremamente simples:

Fazer funcionar em simultâneo e abrir ao público para acesso livre tantos moinhos quantos for possível em todo o país!


Quem pode participar na organização?

Todos: Moinhos Abertos é uma iniciativa aberta e gratuita!

Esta é uma  iniciativa de alcance nacional e ampla divulgação com o único objetivo de chamar a atenção dos Portugueses para o inestimável valor patrimonial dos nossos moinhos tradicionais, por forma a motivar e coordenar vontades e esforços de proprietários, organizações associativas, autarquias locais, museus, investigadores, molinólogos, entusiastas e amigos dos moinhos.  Promovida desde 2007 pela Etnoideia esta iniciativa tem o apoio da TIMS, Sociedade Internacional de Molinologia sendo divulgada internacionalmente por todo o mundo.

Este dia, além de chamar a atenção para os moinhos tradicionais portugueses poderá também servir para identificar problemas e oportunidades, germinar projetos e ideias, ou mesmo para levar a cabo pequenas beneficiações (limpezas, pinturas, consertos de coberturas, etc.) com a participação de ativistas e visitantes que o pretendam, preservando os moinhos e criando dinâmicas em torno deles.

Por isso, apelamos à sua participação ativa, através do seu envolvimento pessoal e das organizações a que pertence ou com as quais se relaciona.


Como otimizar os seus impactos?

Você:

· Mobilizando antecipadamente entusiastas, amigos dos moinhos, instituições e moinhos cujos proprietários e moleiros podem ser contactados por cada um de nós (contamos consigo também para o fazer).

· Durante este dia, cada moinho deverá estar aberto e se possível a funcionar, sendo desejável a organização de algumas atividades como as sugeridas na ficha de programação em anexo, ou outras.

· Divulgando pelos seus contactos e redes sociais o Cartaz “Moinhos Abertos 2020”, em anexo  e afixando-os nos moinhos e locais adequados (JPEG para impressão e afixação local);

· Reencaminhando a informação da brochura e programa final logo que disponível para a sua rede de contactos. Acreditamos desta forma vir a alcançar uma ampla divulgação e impacto público.

A organização:


· Irá divulgar junto da comunicação social nacional e regional, redes sociais e mailing a todas as pessoas e organizações constantes dos nossos ficheiros. No site da Rede ficarão disponíveis todas aas informações e por correio eletrónico serão enviados materiais de divulgação para todas as Câmaras Municipais e para todas as Juntas de Freguesia do País.

· Irá paginar uma brochura ilustrada com informações sobre os moinhos, horários e como visitar ao longo de todo o ano que ficará disponível permanentemente online em www.moinhosdeportugal.org.


Como participar na organização?

Esta participação é livre, espontânea e aberta a todos pelo que pode participar na organização das seguintes formas:

· Dinamização da abertura, nos dias 4 e 5 de Abril (Sábado e Domingo) e no Dia Nacional dos Moinhos 7 de Abril (Terça Feira), dos moinhos a que está ligado, se possível organizando atividades e animações e congregando moleiros, amigos, Juntas de Freguesia, Câmaras Municipais, Museus, etc.

· Convite a outros moinhos e pessoas para participar.

· Para isso terá que enviar até 7 de Março:

o Ficha de programação Excel com informações sobre os moinhos que vão estar abertos (ficha a preencher no ficheiro Excel com todos os moinhos, identificando um a um e enviando uma foto por cada moinho com o nome do moinho no nome do ficheiro. Esta ficha inclui todas as informações necessárias para a identificação dos moinhos e respetivo programa de atividades, organizadores, indicações úteis, etc).

IMPORTANTE: NÃO SERÃO ACEITES OUTROS FORMATOS OU INFORMAÇÕES NÃO CONSTANTES NA FICHA DADO QUE ISSO PROVOCA PROBLEMAS NA PAGINAÇÃO).

o Declaração de consentimento ao abrigo do RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados) depois de assinada e digitalizada. Um exemplar por cada indivíduo do qual constarem dados pessoais na ficha do moinho respetivo nos Moinhos Abertos 2020.


Faça download de elementos necessários à participação:

1- Cartaz (JPEG para impressão e afixação local);
2 - Ficha de inscrição

ATENÇÃO: POR IMPERATIVOS LEGAIS NÃO PODERÃO SER ACEITES INSCRIÇÕES DE MOINHOS QUE CONTENHAM DADOS PESSOAIS SEM A RESPETIVA AUTORIZAÇÃO DO INDIVIDUO A QUE REFEREM. QUAISQUER DADOS PESSOAIS QUE CONSTEM DA FICHA DE PROGRAMAÇÃO EXCEL SEM DECLARAÇÃO DE CONSENTIMENTO ASSINADA SERÃO APAGADOS NA BROCHURA FINAL PODENDO PREJUDICAR O CONTACTO COM OS ORGANIZADORES.


Antecipadamente grato pela sua contribuição para esta nova iniciativa, apresento os melhores cumprimentos,

Jorge Miranda

Rede Portuguesa de Moinhos

 

V Encontro Nacional de Molinologia - 9 e 10 de Novembro de 2019

Moinhos 2019' - V Encontro Nacional de Molinologia

Moinhos' 2019

V Encontro Nacional de Molinologia

Montijo

Galeria Municipal | 9 e 10 de Novembro de 2019

A cada dois anos o país dos moinhos junta-se num encontro para partilhar e publicar conhecimento, ideias e projetos, num ambiente informal e construtivo que envolve uma grande diversidade de participantes e instituições, autarquias, museus, associações, empresários, empreendedores económicos e sociais, agentes culturais e ativistas que, no conjunto, realizam a importante obra de salvaguarda e valorização do património molinológico português, um dos mais relevantes do mundo.

Desta vez, realiza-se a 9 e 10 de Novembro próximo, na cidade do Montijo,  o V Encontro Nacional de Molinologia, relativamente ao qual remetemos o respetivo cartaz, programa e boletim de inscrição.

Deste modo vimos pelo presente meio convidar à participação no encontro e à apresentação de uma comunicação nas sessões de comunicações versando a tecnologia tradicional, os engenhos, o saber e o saber fazer dos moinhos, os moleiros e as dimensões imateriais, históricas e etnotecnológicas dos moinhos portugueses.

Numa outra vertente do encontro, da parte da tarde, convidamos ainda os interessados para a participação no Workshop “Já – Viveiro de projetos” onde promotores públicos, privados e indivíduos com ideias de projetos de recuperação e viabilização de moinhos poderão conhecer as oportunidades de mercado, financiamento e tendências atuais de forma desenvolver melhor o seu projeto através da interação e partilha com outros promotores.

Os interessados poderão ainda participar na visita de dia 10, que se inicia nos diversos moinhos do Montijo e segue até final do dia pelos moinhos do Oeste.

Participe, contamos consigo e com a sua experiência para continuarmos, juntos, a promover os moinhos de Portugal..

Jorge Miranda

 

CONSULTE O PROGRAMA COMPLETO AQUI

 

INSCRIÇÕES ABERTAS

Inscreva-se acedendo ao link em cima apresentado, imprima o boletim e envie preenchido para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

Comunicação Social

Coordenador do Encontro (965861567)

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


Secretariado e Informações:

Etnoideia - Lisboa
Largo da Lagoa, 7C
2795-116 Linda-a-Velha
A/C Paulo Lopes
Tlf: +351 214 147 303
Tlm: +351 960 120 335
www.etnoideia.pt
Mailto: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

   

Página 1 de 51

Eventos

Setembro 2020
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 1 2 3

Próximos Eventos

Não tem eventos